quinta-feira, 19 de maio de 2022

Anexos Embrionários

 Os Anexos Embrionários (alantoide, âmnio, cório e vesícula vitelina) são estruturas que se formam a partir dos folhetos embrionários ectoderma, endoderma e mesoderma.


Eles surgem durante a gestação, mas não fazem parte do embrião. Por esse motivo também são chamados de estruturas extra embrionárias e desaparecem com o nascimento.


Têm a função de auxiliar o desenvolvimento do embrião. Isso é feito mediante a cedência de nutrientes, da proteção e da troca entre o embrião e o meio externo através do corpo materno (respiração e excreção).Vesícula Vitelina

A vesícula vitelina, também conhecida como saco vitelínico ou saco vitelino é o primeiro anexo que é formado.


Apresenta aspecto de uma bolsa e surge da endoderma. Além da endoderma, a mesoderma também participa da sua formação, uma vez que a mesoderma reveste a endoderma.


Pelo fato de surgir da endoderma, que é o folheto embrionário que forma alguns órgãos do sistema digestório, a vesícula vitelina está ligada ao intestino do embrião.


Dentro dela está o vitelo, que são os nutrientes que alimentam o embrião. A função da vesícula vitelina é, portanto, nutrir o embrião.


Esse anexo embrionário é muito importante na nutrição das aves, dos peixes e dos répteis. Nos mamíferos, sua função é reduzida, pelo fato de que nesses casos é a placenta que assume esse papel.


Alantoide

O alantoide é uma bolsa que surge da endoderma. Logo, seu exterior é revestido de mesoderma e, tal como a vesícula vitelina, está ligado ao intestino do embrião.


A função do alantoide é armazenar as excretas. As excretas surgem das sobras das substâncias produzidas durante o metabolismo do embrião.


Âmnio

O âmnio tem o aspecto de uma bolsa e envolve todo o embrião. Surge da ectoderma e da mesoderma.


A principal função do âmnio é garantir a hidratação e a proteção do embrião. Além de hidratar, ele absorve o impacto de choques mecânicos e resguarda o embrião para que ele não sofra deformações por aquilo que a Medicina chama de aderência.


Cório

Cório, córion ou serosa é o anexo embrionário que se localiza na parte mais exterior do embrião. É uma membrana que envolve todos os anexos embrionários e que surge da ectoderma e da mesoderma.


Nas aves, pode ser vista numa espécie de pele presente nos ovos.


A função do cório é promover as trocas gasosas, ou seja, garantir a respiração do embrião. Além disso, ele protege o embrião e, no caso dos mamíferos, forma a placenta.


E a Placenta e o Cordão Umbilical?

A placenta e o cordão umbilical também são anexos embrionários, mas que estão presentes apenas nos mamíferos.


A placenta é um órgão formado por associação entre tecidos maternos e tecidos embrionários. Ela garante a passagem de nutrientes da mãe para o feto, a troca gasosa e a remoção das excretas.


Tudo isso através do cordão umbilical, que liga a mãe ao feto.


Toda Matéria

quarta-feira, 4 de maio de 2022

EXERCÍCIOS SOBRE AORTA

 QUESTÃO 1

Os vasos sanguíneos fazem parte, junto ao coração, do sistema cardiovascular. Existem diferentes tipos de vasos sanguíneos, sendo a aorta, por exemplo, um tipo de


a) veia.


b) vênula.


c) capilar.


d) artéria.


e) arteríola.


QUESTÃO 2

(Uel) Nos vertebrados terrestres, a circulação sistêmica tem início e término, respectivamente, na


a) artéria aorta e na veia cava.


b) veia cava e na artéria aorta.


c) artéria pulmonar e na veia cava.


d) artéria aorta e na veia pulmonar.


e) veia pulmonar e na artéria pulmonar.Ver Resposta

QUESTÃO 3

Na artéria aorta podem ser notadas três regiões distintas: aorta ascendente, arco aórtico e aorta descendente. Sobre aorta descendente, marque a alternativa incorreta:


a) Localiza-se após o arco aórtico.


b) Estende-se pelo tórax e abdome.


c) É a porção mais curta da aorta.


d) Na porção torácica, existe uma série de ramificações que garantem que o sangue chegue às estruturas presentes entre o arco aórtico e o diafragma.


e) A porção localizada do diafragma até a região de ramificação em artérias ilíacas é chamada de aorta abdominal.


QUESTÃO 4

Uma dilatação anormal da artéria aorta, que supera em 50% o diâmetro normal desse vaso sanguíneo, é conhecida como:


a) Aneurisma aórtico


b) Aterosclerose


c) Dissecção aórtica


d) Trombose aórtica


e) Hipertensão aórtica



RESPOSTAS

Questão 1

Alternativa “d”. A aorta é a maior artéria encontrada em nosso corpo.



Questão 2

Alternativa “a”. A circulação sistêmica garante a circulação do sangue, do coração para os tecidos, e, depois, seu retorno ao coração. Ela se inicia quando o sangue sai, pelo ventrículo esquerdo, para a artéria aorta e termina quando ele retorna pelas veias cavas superior e inferior.



Questão 3

Alternativa “c”. A porção descendente é a mais longa da aorta.


Questão 4

Alternativa “a”. O aneurisma aórtico acontece quando ocorre uma dilatação anormal da aorta, dilatação essa que pode dar-se como consequência de um defeito ou fraqueza da parede arterial.


Postagens populares